Lei de Acesso
 

Faça sua busca pelo site


Notícias

natal.rn.gov.br » Notícias » Notícias

06/08/2020 09:05
  • Fiscalização da Prefeitura age preventivamente para evitar aglomeração em Ponta Negra

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) coordenou, na noite dessa quarta-feira (05), uma operação de fiscalização a um bar, situado na Rua Aristides Porpino Filho, no bairro de Ponta Negra. A ação se deu após as guarnições da Guarda Municipal do Natal (GMN) receberem uma denúncia de que ocorreria um forró com chamamento de público para o local, o que poderia desobedecer as regras de distanciamento social, previstas no decreto municipal que regula a abertura gradual da economia na capital.


Guardas municipais e equipes de fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) e do Procon foram ao bar e averiguaram todas as normas determinadas pelo decreto, desde o distanciamento social, passando pela localização das mesas e cadeiras, acesso do álcool gel 70% aos clientes, uso de máscaras de proteção por funcionários, utilização de música ao vivo com no máximo dois integrantes, entres outras.


Os fiscais concluíram que tudo estava funcionando dentro da legalidade, ou seja, não foi encontrado nenhum desajuste em relação às regras de prevenção à contaminação pelo coronavírus. “Essa foi mais uma operação preventiva da Prefeitura, onde chegamos ao local, fiscalizamos, orientamos os responsáveis e agimos de maneira que a possibilidade de aglomeração fosse totalmente anulada, já que de fato havia um chamamento público nas redes sociais para que as pessoas fossem ao bar”, comentou a secretária da Semdes, Mônica Santos.


O subcomandante de Segurança da GMN, Carlos Cruz, destacou que durante a fiscalização foi encontrado apenas uma falta burocrática de um documento, que a Sermub deu um prazo para que o proprietário do estabelecimento apresentasse ao órgão.


Outro ponto alertado pelo subcomandante é que a fiscalização está atenta ao que é divulgado pelos bares em redes sociais e quando houver qualquer chamamento que possa ameaçar as regras preventivas de combate ao coronavírus a fiscalização vai agir preventivamente. “Estamos 24h atuando na fiscalização e pedimos sempre que os empresários cumpram as normas e a população nos ajude denunciando violações”, concluiu.



  • Notícias relacionadas




Compartilhar no Facebook   Compartilhar no Twitter   Enviar por E-mail   Gerar para Arquivo/Imprimir  

SEMPLA desenvolvimento. Seguimos as seguintes recomendações de projeto: w3c_aa w3c_xhtml w3c_css