Lei de Acesso
 

Faça sua busca pelo site


Notícias

natal.rn.gov.br » Notícias » Notícias

03/08/2020 12:15
  • Natal registra em julho 48% de redução de óbitos e 79,4% de recuperados da Covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal fez levantamento sobre o número de óbitos na capital desde o início da pandemia do novo coronavírus.  A primeira morte notificada por Covid -19 ocorreu no dia 31 de março de 2020. Em abril, Natal já registrou 15 óbitos, um aumento de 1.400% em relação ao mês anterior. Em maio, foram 125 óbitos, acréscimo de 747%, se comparado com o mês anterior. Em junho, maior número registrado, foram 393 mortes, o que representou um percentual de 209%. Em julho, quebra-se a linha crescente e pela primeira vez os números caem. Foram notificados 196 óbitos na capital, uma queda de 48% em relação a junho.


 
“Essa queda é resultado de um forte trabalho desenvolvido pela Prefeitura do Natal, que não só ampliou leitos de enfermaria e de UTI nos hospitais Municipal e de Campanha, como investiu forte para evitar que os casos se agravassem, com criação do Comitê Científico para balizar nossas ações que contam com testagens rápidas drive-thru e do tipo swab, disponibilização de 10 Unidades de Saúde referenciadas para o Covid-19 em horário estendido, além de criação de Centros de Enfrentamento, com implementação de Protocolo de Manejo para Síndromes Gripais e dispensação de medicamentos com prescrição do médico”, ressalta o prefeito Álvaro Dias.

 

Outro ponto a destacar na capital é que, de acordo com os dados do último boletim epidemiológico, 15.841 pessoas, estão recuperadas, ou seja, 79,4% dos casos confirmados com Covid-19; 15,9% estão em isolamento domiciliar; 1% estão hospitalizadas; e 3,7% faleceram. Os registros constatam, ainda, uma desaceleração na curva de suspeitos e confirmados, além de óbitos. O boletim epidemiológico está disponível no site https://coronavirus.natal.rn.gov.br/.
 

O secretário da SMS Natal, George Antunes, também reforça que a queda no número de óbitos em Natal e os bons resultados no número de pacientes recuperados devem-se ao trabalho realizado pela Prefeitura. “Em março, abrimos 10 Unidades Básicas com horário estendido, em maio inauguramos o Hospital de Campanha exclusivo para tratamento do Covid-19 e deixamos ainda o Hospital Municipal de Natal restrito a esses pacientes”. 
 

George Antunes disse que, apesar dos esforços para abrir um hospital com 120 leitos, sabia que o trabalho na atenção básica precisava ser intensificado. “Em maio, as UPAs estavam atendendo acima da sua capacidade. Algumas, por semana, atendiam com sobrecarga de 220%. Essa situação mudou quando abrimos o Centro Covid na Zona Norte. Ainda vamos completar um mês de funcionamento com o Centro, mas até o momento atendemos mais de 4.000 pacientes onde tratamos a doença no início dos sintomas, evitando que os casos se agravem e os pacientes se dirijam para UPAs e/ou para internação nos leitos hospitalares. Em julho, abrimos o Centro Covid também na Zona Oeste, funcionando no Cemure”, comenta.
 

A Prefeitura destaca, ainda, o forte trabalho de conscientização e fiscalização de cidadãos e comerciantes, com distribuição de máscaras de proteção em vários pontos de Natal, como comércios do Alecrim e Cidade Alta, orla urbana, além de filas do auxílio emergencial do governo federal. O secretário lembra à população que a pandemia ainda não acabou, que evitem aglomerações, que respeitem o distanciamento social, que usem máscaras. “A Prefeitura vem fazendo um bom trabalho, mas é preciso que a população faça a sua parte para que o quadro apresentado em maio não volte a se repetir".



  • Notícias relacionadas




Compartilhar no Facebook   Compartilhar no Twitter   Enviar por E-mail   Gerar para Arquivo/Imprimir  

SEMPLA desenvolvimento. Seguimos as seguintes recomendações de projeto: w3c_aa w3c_xhtml w3c_css